Publicações

Noticia - Postado em 13/06/2013 07:39:04
ABBTUR EM PRODUÇÃO LITERÁRIA E CINEMATOGRÁFICA

Durante a participação na EXPOTUR ES, em Vitória, de 24 a 26 de maio passado, entre as oportunidades que surgiram durante o evento, foi discutido o apoio da ABBTUR Nacional na captação de apoio financeiro para produção, além de distribuição para o mercado internacional para a produção cinematográfica de Helena , romance e obra literária de Machado de Assis, da Travelling Cinematográfica, do diretor e roteirista Sergio de Medeiros, em parceria com a LG Filmes, de Luciano Guimarães Cabral e da RMS Produções Cinematográficas Ltda, de Helio Teixeira, produtor-executivo do longa metragem que já conta com aprovação e incentivo da Lei Rouanet.


No Rio de Janeiro, cidade natal de Machado de Assis, onde serão também gravadas cenas do filme, a ABBTUR Nacional apresentará a uma comitiva de empresários chineses, da província de Chengdu, o projeto do filme HELENA – do romance de Machado de Assis. Ligados ao setor de turismo e cultura os investidores do país Asiático que chegam em junho ao Brasil, serão recebidos pelo Presidente da ABBTUR Nacional, Elzário Júnior, juntamente com o IPGAP- Instituto de Políticas Governamentais e Assessoramento Parlamentar, com quem vem se solidificando parceria na área de capacitação em gestão pública. Na pauta da reunião a tradução para legendas em mandarim e o lançamento e distribuição da obra literária e cinematográfica na China.


HELENA TRADUZIDO PARA A LÍNGUA CHINESA


O romance de Machado de Assis publicado em 1876 foi lançado na China em mandarim. Li Fei, da Escola Superior de Línguas e Tradução do IPM – Instituto Politécnico de Macau é o autor da tradução do livro Helena. Lei Heong Iok, presidente do IPM, anunciou na ocasião a criação do Centro Pedagógico e Científico de Português. Informou que este novo centro vai trabalhar nas áreas de ensino, formação e preparação de materiais e tradução, admitindo que faltam mais tradutores capazes de traduzir textos literários entre as línguas chinesa e portuguesa.
O IPM vai trabalhar em conjunto com as universidades chinesas de Cantão, Pequim e Xangai neste projeto. O objetivo é o estudo da língua e a cultura para fortalecer a amizade e o desenvolvimento econômico entre a China e a Lusofonia. Na ocasião foi ainda apresentada a obra Atas, do 1°. Fórum Internacional de Língua Portuguesa na China, livro que registra a celebração dos 50 anos do curso de licenciatura em Língua Portuguesa na Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim, segundo fonte do jornal Ponto Final, de Macau, na China.
 

voltar ver mais

 
 

 Parceiros