Publicações

Noticia - Postado em 24/12/2013 18:29:10
ABBTUR ENVOLVIDA NA AÇÃO DE COOPERAÇÃO BRASIL – PORTUGAL PARA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE ESTUDANTES DE TURISMO E HOTELARIA

ABBTUR ENVOLVIDA NA AÇÃO DE COOPERAÇÃO BRASIL – PORTUGAL PARA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE ESTUDANTES DE TURISMO E HOTELARIA.

Na terça-feira, dia 17 de dezembro, em Brasília, na Embaixada de Portugal, aconteceu o evento de acolhimento e ao mesmo tempo de despedida dos 50 estudantes do Brasil, selecionados para a Bolsa de Estudos em Portugal, na Escola de Hotelaria e Turismo de Setubal, pelo Programa de Cooperação entre o Brasil e Portugal na Área de Qualificação Profissional em Hospitalidade e Turismo, que só retornarão em final de fevereiro de 2014. Todos chegaram a Brasília dia 16, por determinação do Programa. Eles receberam passaportes e vistos de viagem em solenidade com recepção do ministro do Turismo, Gastão Vieira, do chefe da Assessoria Especial de Relações Internacionais do Ministério do Turismo, Acir Pimenta Madeira Filho, da ministra conselheira da Embaixada de Portugal, Florbela Paraíba e do Diretor de Avaliação da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior/Ministério da Educação.

A partir da aprovação da pauta que foi apresentada na reunião do Conselho Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, através da Profa. Tânia Omena, contamos com a presença do presidente Elzário Pereira Júnior, da ABBTUR Nacional, apresentando os pleitos da Academia, relatando o apoio institucional e efetivo do Trade do Rio de Janeiro, através do Conselho Estadual de Turismo, garantindo inclusive os estágios exigidos pós-curso. Além de expressar nosso apoio a esse pioneiro Programa de Qualificação Profissional desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com o MEC/CAPES, que levou formalizado a solicitação de ingresso do Turismo no Programa Ciência sem Fronteiras, do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Elzário Pereira Júnior, Presidente da ABBTUR Nacional, recebeu os 50 estudantes/bolsistas na entrada da Embaixada de Portugal, os saudou em nome das entidades e falou da expectativa de futuro que a experiência lhes trará, favorecendo à todos, principalmente ao setor, que precisa de bons e bem preparados profissionais. Além da consciência de que estão fazendo história e sendo cobaias para incluir o Turismo no Programa Ciência Sem Fronteiras.

A ABBTUR Nacional foi incentivadora da necessidade do Ministério do Turismo buscar realizar ações que nos levassem à inclusão do Turismo no Programa do Ministério de Ciência e Tecnologia - Ciência Sem Fronteiras.
Apesar de se colocar na Sub-área da Área das Ciências da Terra que, junto com a Área das Ciências Exatas, podem integrar o Programa, o Turismo não está incluído nas possibilidades das vagas/escolas relacionadas.
Considerando que pelo menos 30% das escolas do exterior que ofertam no Ciência Sem Fronteiras, disporiam de cursos relacionados aos campos de interesses - turismo e áreas afins, temos a expectativa de que, com a realização do Projeto de Qualificação Profissional em Portugal possamos abrir espaço para essa discussão junto ao Ministério de Ciências e Tecnologia e a CAPES, conhecendo as condições e perspectivas para tal ingresso.

Foi entregue ao Ministério do Turismo um Oficio da ABBTUR Nacional e Seccional ABBTUR Rio de Janeiro, relatando o apoio dos Membros do Conselho Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, a parceria das entidades do trade integrando a operacionalização do Projeto de Bolsas, esperando a continuidade do mesmo e, mais ainda, solicitando a inclusão do Turismo no Programa Ciência sem Fronteiras, e abrir agenda com o Ministério de Ciência e Tecnologia. Além de solicitar dados e informações sobre o Programa, os números / resultados, tais como:

1- Quantas escolas (quantas públicas e quantas privadas) se cadastraram?

2- Por estado/regiões do Brasil, quantas delas – públicas e privadas - responderam à homologação dos 5 estudantes;

3- Que número de estudantes que se cadastrou por sexo, idade, estado/regiões, e por cursos : bacharelado e tecnológico;

4- Qual o total de homologados foram selecionados pela banca final com a CAPES por sexo, idade, estado/regiões, e por cursos : bacharelado e tecnológico;

5- Quantos dos alunos selecionados não cumpriam as etapas e exigências? quais as maiores dificuldades observadas nesse sentido?

6- Qual será o recurso financeiro total investido no projeto da bolsa?

7- Que parceiros financeiros estão arcando com o total do Projeto? Há ou poderá haver participação de representações empresariais? Por exemplo, a Cia Aérea TAP é uma parceira?

8- Sobre a Escola de Hotelaria e Turismo de Setubal/Portugal e o curso: qual e como será desenvolvido o programa ?

9- O Programa terá continuidade? Do que depende?

O Ministro do Turismo fez considerações a respeito da parceria efetiva da ABBTUR Nacional na concretização do Programa Brasil - Portugal e sobre a necessidade de atualização e adequação das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Turismo às novas realidades, reiteradamente solicitadas pela ABBTUR Nacional e o Fórum Nacional de Cursos. Já o Presidente da CAPES informou que tais questões estão em pauta.

É oportuno informar que as entidades do trade do Rio de Janeiro conseguiram contribuir na adesão ao apoio de reembolso das passagens custeadas pelas famílias de 7 bolsistas. Tivemos o trecho aéreo nacional Rio – Brasília, efetivamente doados ou com reembolso às famílias, por: Ronald Ázaro, ABAV ( que viabilizou participação da ABBTUR na cerimônia em Brasília), Sávio Neves, SINTUR, ABLA, Claudio Magnavita, ABEOC/RJ, FBHA, FCVB/RJ, e a ABBTUR Seccional RJ ofereceu 12 afiliações/2014, gratuitas, por 1 ano. Todo agradecimento à SeTur, ao Secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro e ao Cláudio Magnavita por sua visão e iniciativa e aos membros do Conselho Estadual de Turismo, pela força e parceria, que destacou o Rio de Janeiro de forma positiva e exemplar.

 

 

 

 

Atendendo ao pleito de parceria pela ABBTUR Nacional, a FBAJ - Federação Brasileira de Albergues da Juventude / Hostelling International - http://www.hihostelbrasil.com.br/ , através da Presidente Turismóloga Maria José Giaretta, ofereceu gratuidade anual de associação aos 50 bolsistas, de modo que possam utilizar esta alternativa de hospedagem em possíveis viagens nos finas de semana e pós-curso, em fevereiro, em Portugal ou mesmo outros países vizinhos.

 

Na certeza do sucesso pleno do Programa e presente nas fileiras daqueles que trabalharão pelo fortalecimento das ações que se fizerem necessárias, cumprimentamos e agradecemos ao Ministério do Turismo, especialmente à Equipe da Assessoria de Relações Internacionais.


 

voltar ver mais

 
 

 Parceiros